Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Processo Seletivo Exclusivo 2001


PROVA DE BIOLOGIA, FÍSICA E GEOGRAFIA

1ª Parte  -  Questões de Múltipla Escolha

 

BIOLOGIA

 

 

01. Considere as quatro frases seguintes.

 

I – Enzimas são proteínas que atuam como catalisa-dores de reações químicas.

II – Cada reação química que ocorre em um ser vivo, geralmente, é catalisada por um tipo de enzima.

III – A velocidade de uma reação enzimática independe de fatores como temperatura e pH do meio.

IV As enzimas sofrem um enorme processo de desgaste durante a reação química da qual participam.

 

São verdadeiras as frases

 

(A)    I e III, apenas.

(B)     III e IV, apenas.

(C)     I e II, apenas.

(D)    I, II e IV, apenas.

(E)     I, II, III e IV.

 

 

02. O tipo de composto nitrogenado (amônia, uréia ou ácido úrico) eliminado por um organismo depende, entre outros fatores, da disponibilidade de água no meio em que vive, da sua capacidade de concentrar a urina e da necessidade de economizar a água do corpo.

 

Exemplos de animais que eliminam, respectivamente, amônia, uréia e ácido úrico, são

 

(A)    lambari, macaco e gavião.

(B)     sapo, foca e lambari.

(C)     golfinho, peixe-boi e galinha.

(D)    sapo, lambari e gafanhoto.

(E)     lagarto, boi e sapo.

 

 

03. “O meio ambiente cria a necessidade de uma determinada estrutura em um organismo. Este se esforça para responder a essa necessidade. Como resposta a esse esforço, há uma modificação na estrutura do organismo. Tal modificação é transmitida aos descendentes.”

 

O texto sintetiza as principais idéias relacionadas ao

 

(A)    fixismo.

(B)     darwinismo.

(C)     mendelismo.

(D)    criacionismo.

(E)     lamarckismo.

 

 

04. O diagrama seguinte representa uma pirâmide de energia.

 

 

A largura de cada nível dessa pirâmide, quando analisada de baixo para cima, representa

 

(A)    a quantidade de energia disponível para o nível trófico seguinte.

(B)     o número de produtores, consumidores primários e consumidores secundários, respectivamente.

(C)     o tamanho dos produtores, consumidores primários e consumidores secundários, respectivamente.

(D)    a quantidade de energia perdida, quando se passa de um nível trófico para o seguinte.

(E)     a produtividade primária bruta, a produtividade primária líquida e a produtividade secundária líquida, respectivamente.

 

 

05. As convulsões apresentadas por um paciente foram diagnosticadas pelo seu médico como sendo devidas à cisticercose. Este paciente

 

(A)    foi picado por Triatoma.

(B)     ingeriu ovos de Taenia.

(C)     bebeu água contendo colibacilos.

(D)    nadou em lagoa contaminada por Schistosoma.

(E)     andou descalço em terreno contaminado por Ascaris.

 

 

06. Considere duas plantas A e B da mesma espécie, cada uma submetida a uma condição de luminosidade e de disponibilidade de água diferente. A planta A encontra-se em ambiente bem iluminado, com suprimento insuficiente de água no solo. A planta B encontra-se em um ambiente escuro, mas com abundante suprimento de água. O comportamento dos estômatos das plantas A e B, para as situações descritas, seria o de

 

(A)    abrir em ambas.

(B)     fechar em ambas.

(C)     abrir na planta A e fechar na planta B.

(D)    fechar na planta A e abrir na planta B.

(E)     permanecer inalterado em ambas.

 

 

07. Logo após a nidação do ovo humano, o embrião começa a produzir um hormônio que estimula os ovários a continuar produzindo estrógeno e progesterona, de modo a manter o espessamento do endométrio. Esse hormônio é

 

(A)    a testosterona.

(B)     a prolactina.

(C)     o hormônio luteinizante.

(D)    a gonadotrofina coriônica.

(E)     o hormônio folículo estimulante.

 

 

08. Mais de 500 variedades de plantas estão sendo atacadas na Califórnia, Estados Unidos, por minúsculos insetos, originários do Oriente Médio. Os técnicos americanos não têm obtido sucesso no controle dessa praga. Quatro causas que poderiam favorecer a ocorrência de tal praga foram apresentadas:

 

I – Inexistência de inimigos naturais desses insetos na Califórnia.

II – Deficiência de defesas naturais das plantas.

III – Uso inadequado de determinados defensivos agrícolas.

IV – Fatores abióticos favoráveis ao desenvolvimento desses insetos na Califórnia.

 

Para a situação descrita, é possível aceitar

 

(A)    a causa I, apenas.

(B)     as causas I e II, apenas.

(C)     as causas I, III e IV, apenas.

(D)    as causas I, II e III, apenas.

(E)     as causas I, II, III e IV.

 

 

09. A hemofilia é uma doença recessiva ligada ao sexo, que se caracteriza pela dificuldade de coagulação do sangue. Em um casal em que a mulher é heterozigota para a hemofilia e o marido é normal, a probabilidade de nascimento de uma criança do sexo masculino e hemofílica é

 

(A)    1/2.

(B)     1/3.

(C)     1/4.

(D)    1/8.

(E)     3/4.

 

 

10. Um pesquisador, interessado em produzir em tubo de ensaio uma proteína, nas mesmas condições em que essa síntese ocorre nas células, utilizou ribossomos de células de rato, RNA mensageiro de células de macaco, RNA transportador de células de coelho e aminoácidos ativos de células de sapo. A proteína produzida teria uma seqüência de aminoácidos idêntica à do

 

(A)    rato.

(B)     sapo.

(C)     coelho.

(D)    macaco.

(E)     macaco e do rato.

 

 

FÍSICA

 

11. Os módulos dos componentes ortogonais do peso  de um corpo valem 120 N e 160 N. Pode-se afirmar que o modulo de  é:

 

(A)    140 N.

(B)     200 N.

(C)     280 N.

(D)    40 N.

(E)     340 N.

 

 

12. Uma partícula se move em uma reta com aceleração constante. Sabe-se que no intervalo de tempo de 10s ela passa duas vezes pelo mesmo ponto dessa reta, com velocidades de mesmo módulo, v = 4,0 m/s, em sentidos opostos. O módulo do deslocamento e o espaço percorrido pela partícula nesse intervalo de tempo são, respectivamente,

 

(A)    0,0 m e 10 m.

(B)     0,0 m e 20 m.

(C)     10 m e 5,0 m.

(D)    10 m e 10 m.

(E)     20 m e 20 m.

 

 

13. No URL www.agespacial.gov.br, da Agência Espacial Brasileira, aparece a seguinte informação:

 

"O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) vem sendo construído desde a década de 80 e está atualmente preparado para lançar foguetes de sondagem e veículos lançadores de satélites de pequeno porte. Localizado na costa do nordeste brasileiro, próximo ao Equador, a posição geográfica do CLA aumenta as condições de segurança e permite menores custos de lançamento."

 

Um dos fatores determinantes dessa redução de custos se deve à inércia do movimento de rotação da Terra. Graças a essa inércia, o veículo lançador consome menos energia para fazer com que o satélite adquira a sua velocidade orbital. Isso ocorre porque, nas proximidades do Equador, onde se encontra o CLA,

 

(A)   a velocidade tangencial da superfície da Terra é maior do que em outras latitudes.

(B)    a velocidade tangencial da superfície da Terra é menor do que em outras latitudes.

(C)    a velocidade tangencial da superfície da Terra é igual à velocidade orbital do satélite.

(D)    a aceleração da gravidade na superfície da Terra é menor do que em outras latitudes.

(E)     a aceleração da gravidade na superfície da Terra é maior do que em outras latitudes.

 

 

14. O bloco da figura desce espontaneamente o plano inclinado com velocidade constante, em trajetória retilínea.

Desprezando-se qualquer ação do ar, durante esse movimento, atuam sobre o bloco

 

(A)   duas forças, e ambas realizam trabalho.

(B)    duas forças, mas só uma realiza trabalho.

(C)    três forças, e todas realizam trabalho.

(D)   três forças, mas só duas realizam trabalho.

(E)    três forças, mas só uma realiza trabalho.

 

 

15. Um grupo de amigos compra barras de gelo para um churrasco, num dia de calor. Como as barras chegam com algumas horas de antecedência, alguém sugere que sejam envolvidas num grosso cobertor para evitar que derretam demais. Essa sugestão

 

(A)   é absurda, porque o cobertor vai aquecer o gelo, derretendo-o ainda mais depressa.

(B)    é absurda, porque o cobertor facilita a troca de calor entre o ambiente e o gelo, fazendo com que ele derreta ainda mais depressa.

(C)    é inócua, pois o cobertor não fornece nem absorve calor ao gelo, não alterando a rapidez com que o gelo derrete.

(D)   faz sentido, porque o cobertor facilita a troca de calor entre o ambiente e o gelo, retardando o seu derretimento.

(E)    faz sentido, porque o cobertor dificulta a troca de calor entre o ambiente e o gelo, retardando o seu derretimento.

 

 

16. Uma estudante observa um lustre de lâmpadas fluorescentes acesas no teto da sala de aula através de uma lente convergente delgada. Para isso, ela coloca a lente junto aos seus olhos, afastando-a lentamente. Ela nota que a imagem desse lustre, a partir de certa distância, começa a aparecer invertida e nítida. A partir daí, se ela continuar a afastar a lente, a imagem desse lustre, que se localizava,

 

(A)   entre a lente e o olho da estudante, mantém-se nessa região e sempre é invertida.

(B)    entre a lente e o olho da estudante, mantém-se nessa região, mas muda de orientação.

(C)    na superfície da lente, mantém-se na superfície e sempre é invertida.

(D)   entre a lente e o lustre, mantém-se nessa região, mas muda de orientação.

(E)    entre a lente e o lustre, mantém-se nessa região e sempre é invertida.

 

 

17. A figura representa uma configuração de ondas estacionárias numa corda.

 

A extremidade A está presa a um oscilador que vibra com pequena amplitude. A extremidade B é fixa e a tração na corda é constante. Na situação da figura, onde aparecem três ventres (V) e quatro nós (N), a freqüência do oscilador é 360 Hz. Aumentando-se gradativamente a freqüência do oscilador, observa-se que essa configuração se desfaz até aparecer, em seguida, uma nova configuração de ondas estacionárias, formada por

 

(A)   quatro nós e quatro ventres, quando a freqüência atingir 400 Hz.

(B)    quatro nós e cinco ventres, quando a freqüência atingir 440 Hz.

(C)    cinco nós e quatro ventres, quando a freqüência atingir 480 Hz.

(D)   cinco nós e cinco ventres, quando a freqüência atingir 540 Hz.

(E)    seis nós e oito ventres, quando a freqüência atingir 720 Hz.

 

 

18. Na figura está representada uma linha de força de um campo elétrico, um ponto P e os vetores , , ,  e .

 

Se uma partícula de carga elétrica positiva, suficiente-mente pequena para não alterar a configuração desse campo elétrico, for colocada nesse ponto P, ela sofre a ação de uma força , melhor representada pelo vetor:

 

(A)    .

(B)      .

(C)      .

(D)     .

(E)      .

 

 

 

19. No circuito da figura, a fonte tem fem e constante e resistência interna desprezível.

 

Os resistores têm resistência R, iguais. Sabe-se que, quando a chave C está aberta, a intensidade da corrente elétrica que percorre o circuito é i e a potência nele dissipada é P. Pode-se afirmar que, fechando a chave, os valores da intensidade da corrente e da potência dissipada serão, respectivamente,

 

(A)     e .

(B)      e .

(C)     i e P.

(D)    2i e 2P.

(E)     2i e 4P.

 

 

20. No final do século XIX, uma disputa tecnológica sobre qual a corrente elétrica mais adequada para transmissão e distribuição da energia elétrica, gerada em usinas elétricas, tornou clara a vantagem do uso da corrente alternada, em detrimento da corrente contínua. Um dos fatores decisivos para essa escolha foi a possibilidade da utilização de transformadores na rede de distribuição de eletricidade. Os transformadores podem aumentar ou diminuir a tensão a eles fornecida, permitindo a adequação dos valores da intensidade da corrente transmitida e reduzindo perdas por efeito Joule, mas só funcionam em corrente alternada. O princípio físico em que se baseia o funcionamento dos transformadores e a característica da corrente alternada que satisfaz a esse princípio são, respectivamente,

 

(A)   a conservação da carga e o movimento oscilante dos portadores de carga elétrica.

(B)    a indução eletrostática e o movimento contínuo dos portadores de carga elétrica.

(C)    a indução eletrostática e o movimento oscilante dos portadores de carga elétrica.

(D)   a indução eletromagnética e o movimento contínuo de portadores de carga elétrica.

(E)    a indução eletromagnética e o movimento oscilante dos portadores de carga elétrica.

 

 

GEOGRAFIA

 

21. Em 1993, os quinze países da União Européia reuniram-se em Maastricht para deliberar sobre a criação da moeda européia única – o euro – que foi

 

(A)   prontamente adotado por todos os integrantes do Bloco, que consideram a moeda a solução dos problemas econômicos.

(B)    adotado por vários países do Bloco, mas encontrou sérias reservas por parte de países como o Reino Unido e a Dinamarca.

(C)    rechaçado por quase todos os países do Bloco que exigem liberdade monetária, como é o caso da França e da Alemanha.

(D)   considerado um estopim para divergências internas, pois os países menos ricos, como Portugal, Irlanda e Espanha, se sentiram prejudicados.

(E)    rejeitado após sua implantação, pois representou uma queda acentuada na participação do Bloco no comércio mundial.

 

 

22. Observe a paisagem para responder à questão.

 

 

Assinale a alternativa que identifica, corretamente, a área e o uso do solo apresentado na paisagem.

 

(A)   Centro-Norte da Europa / cultivo de trigo.

(B)    Norte da África / cultivo de milho.

(C)    Oeste da América do Sul  / cultivo de soja.

(D)   Leste e Nordeste da Rússia / cultivo de trigo.

(E)    Sul e Sudeste da Ásia / cultivo de arroz.

 

 

23. A relação água – população deve-se colocar de forma inquietante nas próximas décadas. Se nestas regiões eclodirem as guerras pela água, elas não terão sido iniciadas por fatalidade, mas por decisão política.

(Adaptado de Magnoli, D., Arbex, J. & Olic, N. Panorama do mundo 2. )

 

Uma das regiões a que se refere o texto é

 

(A)    Oriente Médio.

(B)     América Central.

(C)     Europa Oriental.

(D)    África Central.

(E)     Extremo Oriente.

 

 

24. Sobre a atual organização industrial dos Estados Unidos, é correto afirmar que

 

(A)   o Nordeste apresentou um sensível declínio do setor industrial e está em franca decadência econômica.

(B)    a região das planícies centrais substituiu as tradicionais atividades agrícolas pela indústria.

(C)    as regiões Sul e Oeste formam o “Sun Belt” (cinturão do Sol), que se destaca pela presença de indústrias de alta tecnologia.

(D)   a região de fronteira com o Canadá  transformou-se em área industrial degradada, o chamado “Rust Belt” (cinturão da ferrugem).

(E)    as Rochosas apresentaram forte crescimento industrial graças à descoberta de inúmeras reservas minerais.

 

 

25. Observe o gráfico para responder à questão.

 

DISTRIBUIÇÃO DAS TEMPERATURAS DURANTE

O ANO EM TRÊS ÁREAS DO GLOBO.

A leitura do gráfico permite afirmar que a linha

 

(A)   I é típica de áreas temperadas, como a cidade do México, por exemplo.

(B)    I caracteriza o ritmo anual do clima tropical de altitude, como Campos do Jordão.

(C)    II é típica de áreas tropicais litorâneas, como Santiago do Chile, por exemplo.

(D)   III caracteriza o ritmo anual do clima subtropical, como Buenos Aires.

(E)    III é típica de áreas equatoriais, como Manaus, por exemplo.

 

 

26. Considere as seguintes afirmações sobre a população brasileira.

 

I.         Reduziu, de forma significativa, os movimentos migratórios inter-regionais e extra-regionais.

II.       Apresenta, nestas últimas décadas, redução da taxa de fertilidade.

III.     Tem, gradativamente, aumentado a esperança de vida.

IV.     Caracteriza-se pelo forte crescimento vegetativo.

V.       Apresenta taxas de mortalidade infantil diferenciadas de acordo com a região.

 

Estão corretas SOMENTE as afirmações

 

(A)    I, II e IV.

(B)     I, II e V.

(C)     I, III e IV.

(D)    II, III e V.

(E)     III, IV e V.

 

 

27. Considere a tabela para responder à questão.

 

BRASIL: Extração de petróleo segundo a área de exploração (em %).

 

ANO

EM TERRA

NA PLATAFORMA CONTINENTAL

1983

54

46

1995

28

72

Fonte: IBGE.

 

A leitura da tabela e o que se conhece sobre a produção de energia no Brasil permitem afirmar que

 

(A)   os estados do Maranhão e Ceará, no início dos anos 80, eram os maiores produtores de petróleo em terra.

(B)    o aumento da produção na plataforma continental significou a auto-suficiência nacional em petróleo.

(C)    as reservas em terras nordestinas, principalmente as da Bahia, já haviam se esgotado no início dos anos 90.

(D)   as mudanças nas áreas de exploração do petróleo significaram, também, mudanças dos pólos petroquímicos.

(E)    o crescimento da produção na plataforma continental deve-se, sobretudo, à bacia de Campos, no Rio de Janeiro.

 

 

28. Observe a seqüência de mapas.

 

BRASIL: Bacias hidrográficas.

 

Assinale a alternativa que indica, respectivamente, a bacia com maior potencial hidrelétrico e a bacia que está sendo preparada para transformar-se em hidrovia de integração regional do Mercosul.

 

(A)   I e III.

(B)    I e IV.

(C)    II e III.

(D)   IV e II.

(E)    V e IV.

 

 

29. “Alargam-se numerosas ruas e praças, tanto no centro como nos bairros; largas e extensas avenidas, diversos viadutos, quarteirões inteiros transformados, altos prédios substituindo velhas casas e sobrados decadentes. A cidade se transforma, cria e recria espaços, alargando seus limites, encontrando-se com as cidades vizinhas que vivem o mesmo turbilhão.”

(Adaptado de Pasquale Petrone.)

 

A leitura do texto e o que se conhece sobre a urbanização brasileira permitem afirmar que o processo descrito

 

(A)   foi típico de São Paulo, entre os anos 50 e 70, não tendo sido observado em outras áreas do País.

(B)    ocorreu nas metrópoles do Sudeste, que tiveram um forte crescimento em função do desenvolvimento das atividades terciárias.

(C)    tem ocorrido em todas as metrópoles brasileiras que têm crescido, embora com ritmos diferentes.

(D)   é observado nas metrópoles do Norte e Nordeste que, atualmente, lideram o crescimento urbano no País.

(E)    durou até meados da década de 80, quando as metrópoles brasileiras deixaram de crescer devido às crises econômicas.

 

 

30. Observe o mapa para responder à questão.

 

Fonte: Ferreira, G. M. L. Atlas Geográfico: espaço mundial, p. 24 (adaptado).

 

Assinale a alternativa que identifica, correta e respectivamente, as legendas I, II e III do mapa.

 

 

I

II

III

(A)

região urbana e industrial importante

área de pecuária menos modernizada

região mais urbanizada e industrializada

(B)

área de agropecuária modernizada

área de pecuária menos modernizada

região mais urbanizada e industrializada

(C)

área de pecuária menos modernizada

paisagem natural pouco modificada

região urbana e industrial importante

(D)

região urbana e industrial importante

região mais urbanizada e industrializada

paisagem natural pouco modificada

(E)

paisagem natural pouco modificada

região urbana e industrial importante

área de agropecuária modernizada

 

 

2ª Parte  -  Questões Discursivas

 

BIOLOGIA

 

31. O gráfico apresenta dados relacionados à captura de lagartos e de pequenos mamíferos, de hábitos diurnos, nas dunas de uma restinga, em região tropical do Brasil, ao longo do dia.

 

Responda.

 

a)       Qual das curvas, I ou II, representa a captura de lagartos? Qual representa a captura de pequenos mamíferos?

b)       Justifique sua resposta.

 

 

32. O gene A é responsável pela produção do polipeptídeo X. Seu alelo a não produz o polipeptídeo X. Assim, indivíduos de genótipos AA ou Aa produzem o polipeptídeo X, que está ausente nos indivíduos aa.

 

Os dois gráficos, I e II, referem-se à velocidade de formação de um determinado produto (VFP), em mg/hora, em dois indivíduos da mesma espécie, quando suas temperaturas variam.

 

Gráfico I.

 

Gráfico II.

 

Sabendo que a velocidade de formação do produto (VFP) está relacionada à presença ou ausência do polipeptídeo X, responda.

 

a)        Qual dos gráficos se refere a indivíduo AA ou Aa e qual se refere a indivíduo aa?

b)        Pelos dados dos gráficos, qual seria a função mais provável do polipeptídeo X no processo de formação do produto? Como você explicaria o comportamento da curva no gráfico correspondente ao indivíduo AA ou Aa?

 

 

33. O gráfico refere-se à prevalência do Schistosoma mansoni em três regiões distintas, I, II e III, do Brasil.

 

No período de 1890 a 1900 ocorreu um intenso fluxo migratório humano da região I para as regiões II e III. Responda.

 

a)       A que filo pertence o Schistosoma mansoni e que doença o mesmo causa ao homem?

b)       Como você explica a diferença de prevalência de Schistosoma mansoni entre as regiões II e III, no ano de 2000, sabendo que na região II predominam lagos e lagoas e na região III predominam rios?

 

 

34. O desenvolvimento de um fruto depende das substâncias produzidas na fotossíntese, que chegam até ele transportadas pelo floema. De um ramo de pessegueiro, retirou-se um anel da casca (anel de Malpighi), conforme mostra o esquema.

 

Responda.

 

a)       O que deve acontecer com os pêssegos situados no galho, acima do anel de Malpighi, em relação ao tamanho das frutas e ao teor de açúcar?

b)       Justifique sua resposta.

 

 

35. A figura A representa um bernardo-eremita (também conhecido como paguro-eremita) com uma anêmona instalada sobre a concha e a figura B, uma raiz de feijão com inúmeros nódulos, dentro dos quais estão bactérias do gênero Rhizobium.

A                                              B

 

Responda.

 

a)       Qual o tipo de interação estabelecida entre os organismos, em A e em B?

b)       Qual a diferença fundamental entre elas?

 

 

FÍSICA

 

36. A figura a seguir representa um pêndulo cônico, composto por uma pequena esfera de massa 0,10 kg que gira presa por um fio muito leve e inextensível, descrevendo círculos de 0,12 m de raio num plano horizontal, localizado a 0,40 m do ponto de suspensão. (Adote g = 10 m/s2.)

a)       Represente graficamente, na folha de respostas, as forças que atuam sobre a esfera, nomeando-as. Determine o módulo da resultante dessas forças.

b)       Determine o módulo da velocidade linear da esfera e a freqüência do movimento circular por ela descrito.

 

 

37. Uma bola de tênis de massa 60 g adquire, num saque, velocidade inicial de 30 m/s. Admita que, ao ser atingida pela raquete, a bola esteja praticamente em repouso, e que o impacto seja normal à raquete e "sem efeito", isto é, a bola é lançada sem rotação.

 

a)       Quais os valores do trabalho e do módulo do impulso exercidos pela raquete sobre a bola?

b)       Suponha que o intervalo de tempo em que ocorre a interação entre a bola e a raquete seja de 0,10s. Qual a razão  entre o módulo da força média  exercida pela raquete sobre a bola durante esse intervalo de tempo e o módulo do peso  da bola?

 

(Adote g = 10 m/s2.)

 

 

38. A figura representa um gás ideal contido num cilindro C fechado por um êmbolo E de área S = 1,0.10–4 m2 e massa m = 1,0 kg. O gás absorve uma determinada quantidade de calor Q e, em conseqüência, o êmbolo sobe 5,0.10–2 m, livremente e sem vazamento. A pressão atmosférica local é 1,0.105 Pa.

 

a)       Calcule os trabalhos realizados pelo gás contra a pressão atmosférica, ta, e contra a gravidade, para erguer o êmbolo, tg.

(Adote g = 10 m/s2.)

b)       Qual a quantidade mínima de calor que o gás deve ter absorvido nessa transformação? Que lei física fundamenta sua resposta? Justifique.

 

 

39. A figura representa esquematicamente um retroprojetor, dispositivo óptico largamente utilizado em sala de aula.

 

Em A está a base, intensamente iluminada, onde são colocadas as transparências com textos e figuras a serem projetadas. Em B, num suporte que permite variar a altura hAB, está a lente L. Em C um espelho plano E, de inclinação variável, desvia o feixe de luz para a tela, à frente do retroprojetor. Sabe-se que a imagem de uma figura com 10 cm de altura, desenhada na transparência, aparece nitidamente na tela com 90 cm de altura, quando se regula a lente L na altura hAB = 50 cm. Considere desprezível a distância da lente ao espelho plano.

 

a)       Qual a distância do espelho à tela e a distância focal da lente L?

b)       Num auditório, a distância máxima da tela ao local onde os projetores podem ser colocados é de 18 m. Nessas condições, qual altura máxima com que a imagem dessa figura pode ser projetada, utilizando esse retroprojetor? Para tanto, qual deve ser o valor de hAB?

 

 

40. Uma lanterna utiliza uma lâmpada miniatura e uma pilha pequena, tipo AA, cuja fem nominal é e = 1,5 V. Sabe-se que essa lâmpada acende exatamente de acordo com suas especificações: 1,2 V; 3,6 W.

 

a)       Desenhe, no caderno de respostas, o esquema do circuito dessa lanterna. Determine a resistência interna da pilha.

b)       Suponha que você quer utilizar essa pilha para acender duas lâmpadas iguais à da lanterna. Desenhe o esquema de um circuito capaz de acendê-las. Elas acenderiam de acordo com suas especificações? Justifique. Admita que as resistências dos filamentos dessas lâmpadas sejam constantes.

 

 

GEOGRAFIA

 

41. No bojo da Globalização, entendida como processo de constituição de uma economia-mundo, o surgimento das empresas transnacionais representa a (re)construção de múltiplos espaços em escala planetária.

 

a)       Cite quatro países-sedes de empresas transnacionais.

b)       Apresente três estratégias de atuação das transnacionais.

 

 

42. Observe o esquema para responder à questão.

 

a)        Identifique o fenômeno representado.

b)        Aponte três fatores responsáveis pelo aparecimento deste fenômeno.

 

 

43. Observe o gráfico para responder à questão.

 

Brasil: Distribuição da população economicamente ativa (PEA) por setores de produção (%).

 

a)       Identifique os setores representados pelas linhas I, II e III.

b)       Cite e explique dois fatores responsáveis pelas mudanças na composição da PEA indicadas no gráfico.

 

 

44. “Típico de clima tropical ou semi-úmido, este tipo de vegetação apresenta dois andares: um arbustivo, formado de árvores de 3 a 5 metros, com folhas miúdas e cerosas e outro composto de herbáceas, isto é, capins.”

 

a)       No Brasil, qual é e onde se situa a vegetação descrita no texto?

b)       Explique como tem ocorrido a recente ocupação dessa região.

 

 

45. Analise o mapa dos conflitos fundiários no Brasil.

 

        Focos de agitação latente

 

       Principais regiões de

       conflitos permanentes

 

Fonte: THÉRY, Hervé. Brasil, un Atlas chorématique. Paris, Fayard/Redus, 1986. p. 59.

 

a)        Cite quatro áreas do Brasil onde ocorrem conflitos permanentes.

b)        Explique dois fatores responsáveis por estes conflitos.