Notícia

Flávia Salmázio - Publicado em 29-05-2020 16:30 - Atualizado em 2020-05-29
Impulso na inovação: UFSCar é credenciada como unidade EMBRAPII
Universidades credenciadas têm até R$ 30 milhões para investir em projetos (Foto: CCS/ UFSCar)
Universidades credenciadas têm até R$ 30 milhões para investir em projetos (Foto: CCS/ UFSCar)
A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) foi selecionada para possuir uma unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII). Dentre as 37 propostas apresentadas por meio de edital, 11 foram selecionadas - todas de Universidades Federais. 

As novas unidades EMBRAPII têm cerca de R$ 30 milhões para investir em projetos inovadores. Ao todo, a rede credenciada conta com 55 unidades. 

Como funciona - Empresas que desejam executar ações de Pesquisa e Desenvolvimento em parceria com a Universidade têm o investimento complementado por recursos concedidos a fundo perdido pela EMBRAPII. Assim, o investimento necessário para a empresa investir em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) acaba sendo dividido entre os atores. "É um modelo ágil e atrativo para desenvolvimento de projetos por meio de parcerias Universidade-Empresa. É uma via de mão dupla: potencializa a inovação nas empresas por meio da alta capacidade de pesquisa presente nas Universidades; As Universidades, por sua vez, recebem maior investimento para suas pesquisas", explica o Vice Coordenador da Unidade EMBRAPII UFSCar, Rafael Vidal Aroca.

Atuação da Unidade EMBRAPII UFSCar - O credenciamento viabiliza à Universidade executar projetos na área de Materiais e Processos Sustentáveis. "É inegável o grande conhecimento acumulado dentro da UFSCar na área de materiais avançados. Com a instalação da Unidade EMBRAPII teremos mais uma forma de transferir parte deste conhecimento para a sociedade. Através da EMBRAPII teremos a possibilidade de co-financiar parcerias de pesquisadores da UFSCar com empresas objetivando auxiliá-las a aumentar a sua competitividade tanto em nível nacional como internacional", conta o Professor Ernesto Chaves Pereira de Souza, Coordenador da Unidade EMBRAPII UFSCar.

A Unidade EMBRAPII UFSCar está vinculada ao Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET) da Universidade. Na proposta submetida à EMBRAPII, são 42 membros dentre professores, técnicos e colaboradores da Instituição. "Preparamos uma proposta inovadora e que chamou a atenção da EMBRAPII. O CCET se orgulha de abrigar a primeira unidade EMBRAPII da história da UFSCar. Sonho antigo, realizado por uma equipe de alto currículo e produção científica. Essa Unidade será consolidada com pluralidade, compromisso com a qualidade e envolvimento de diversos pesquisadores de nossos Departamentos e Laboratórios. Será o nosso desafio consolidar esta Unidade nos próximos 3 anos. Sempre com a marca de qualidade UFSCar, muito conhecida no campo científico e industrial", reforça o Diretor do CCET, Professor Luiz Fernando de Oriani e Paulillo, que também integra equipe.

Sustentabilidade - A Professora Alessandra Lucas, pesquisadora do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMa), compõe a equipe. A partir do credenciamento da Universidade, a Professora já planeja trabalhar com a EMBRAPII para desenvolvimento de canudos biodegradáveis. 

Importância para a UFSCar - O credenciamento como unidade EMBRAPII torna a UFSCar ainda mais competitiva. "Fica mais fácil celebrar parcerias e captar investimentos externos junto a organizações e empresas. A UFSCar já tem grande potencial para realizar pesquisas de ponta. Lutamos muito para que este credenciamento fosse possível, pois irá fortalecer ainda mais as pesquisas da UFSCar", finaliza a Reitora da Universidade, Wanda Hoffmann.